Obituário de Adam Zagajewski

Poeta e principal voz da Geração de 68 da Polônia, que escreveu "para entender o mundo".

O poeta Adam Zagajewski, que morreu aos 75 anos de idade, foi uma das principais vozes da Polônia. Nowa Fala (nova onda), também conhecida como Geração de 68 - um grupo solto de poetas que se opunha à corrupção da língua imposta pelo comunismo e promovia a simplicidade e a honestidade de sua língua nativa. Como muitos de sua geração, informados pelos horrores da segunda guerra mundialZagajewski se concentrou nas obrigações éticas da poesia em compreender e apresentar o mundo ao leitor "depois de Auschwitz".

Em 1974, junto com o poeta e crítico Julian Kornhauser, Zagajewski publicou um manifesto na forma de uma coleção de ensaios sobre a literatura polonesa, The Unrepresented World, que exigia "realismo não ingênuo" (termo de Kornhauser) na ficção: realismo entendido não como um movimento literário, mas sim como uma obrigação de descrever a realidade social na Polônia comunista, o que os coloca em conflito com as autoridades. Junto com esta missão de fornecer "a fonte básica de informação sobre o mundo e sua gente".Zagajewski também ponderou sobre o conceito de liberdade, como em seu poema Liberdade, traduzido por Antony Graham:

Continue lendo…